Ecoaldeias

Descreve-se a história e o potencial do movimento pelas ecoaldeias, na perspetiva da sustentabilidade. Na encruzilhada dos problemas da energia, da vida social e da criação cultural. As ecoaldeias, comunidades locais no campo ou na cidade, têm por objetivo minimizar o seu impacto ecológico mas maximizar o bem-estar e a felicidade e têm vindo a multiplicar-se um pouco por todo o mundo, assentes num pensamento cuja origem se pode encontrar em Schumacher e Gandhi, no ecofeminismo e no movimento de educação alternativa. Este caderno aponta pistas para criar uma cultura de paz, holística, orientada para a educação integral da pessoa.

Continuar a ler

Anúncios

Criar Cidades Sustentáveis

Como podemos nós devolver o coração a pulsar da convivialidade às nossas cidades? Como podemos nós assegurar a criação de cidades assentes na diversidade para o novo milénio — lugares caracterizados pelo vigor cultural e pela beleza física que são também sustentáveis em termos económicos e ambientais? Este Caderno Schumacher aponta o caminho a seguir.

Continuar a ler

Transformar a Economia – Desafio para o Terceiro Milénio

Como poderemos nós dar nova forma ao nosso sistema económico para que ele vá ao encontro das necessidades das pessoas e da Terra no século XXI? Neste Caderno, James Robertson aponta medidas para construir um mundo mais saudável e com maior igualdade e identifica caminhos chave através dos quais as pessoas podem trabalhar em conjunto com vista a transformar a economia da alimentação e da agricultura, do trabalho e dos meios de subsistência, do desenvolvimento local, das viagens e dos transportes, da energia, da tecnologia, da saúde e do comércio internacional. Lança ainda questões inovadoras sobre impostos e tributação para uma economia mais sustentável.

Continuar a ler

Intimidade – Caminhos Obscuros e Caminhos Luminosos nas Relações de Amor e Intimidade

O intercâmbio quotidiano no interior do casal, entre pais e filhos, entre amigos ou entre colegas, é um terreno fértil para a irrupção de relações doentias (com base em estratagemas ou na simbiose). Continuamente, e de modo muitas vezes inconsciente, somos tentados a arrastar para esse terreno os nossos semelhantes. Continuamente também, temos que nos defender e resistir às tentativas por eles feitas para nos arrastarem para lá. É por isso importante desenvolver ao máximo uma intuição e uma atenção vigilantes que nos permitam detectar a tempo os convites ao jogo neurótico que circulam entre os que nos rodeiam, e os que dirigimos aos outros sem nos darmos conta.

Continuar a ler